Consórcio para casamento é solução vantajosa

Maio é, tradicionalmente, conhecido como mês das noivas. Então, que tal se inspirar e começar a programar o seu casamento?  O primeiro passo é criar um bom planejamento financeiro, o que pressupõe viabilizar a realização dos sonhos do casal sem comprometer o orçamento no presente ou no futuro.

Para quem ainda não tem a quantia necessária para pagar os fornecedores, o consórcio de serviços do Banneg – Banco de Negócios pode ser um ótimo aliado. Em comparação aos empréstimos convencionais, esse tipo de produto apresenta uma série de vantagens. As principais são preço, facilidade e flexibilidade.

O consórcio é mais barato do que o financiamento, porque cobra apenas uma taxa de administração e eventuais reajustes anuais de preço. Não há juros e encargos embutidos nas mensalidades. Considerando-se a soma das prestações do contrato, a economia pode ser de até quatro vezes o valor total de um financiamento.

Outro aspecto importante é que a liberação de crédito é menos burocrática. A adesão não exige o pagamento de entrada, tampouco a apresentação de uma infinidade de documentos. Isso ocorre porque a administradora enxerga seus consorciados como poupadores, não como meros devedores.

Além disso, a modalidade é bastante flexível. Existe a opção de custear toda a festa ou apenas uma parte dela, como a decoração e o serviço de bufê. Também é possível contratar o consórcio com antecedência e aguardar a contemplação por sorteio ou ofertar um lance, para receber o dinheiro em um prazo menor.

Confira três dicas para arrasar no planejamento:

1 Converse com seu namorado ou sua namorada, para entender quais são as expectativas de ambos. O orçamento dependerá do estilo da festa, do tamanho da lista de convidados, do local, do cardápio e de outros detalhes que devem ser decididos pelos noivos.

2 Fale com amigos e familiares que se casaram recentemente para ter uma noção do que fizeram e de quanto gastaram. Mas lembre-se de que a variação de preços pode ser assustadora de uma empresa para outra. É preciso pesquisar muito, ser criativo e pechinchar!

3 Faça um levantamento de quanto dinheiro vocês já têm e com quanto cada um poderia contribuir mensalmente, sem pesar no bolso ou contrair uma dívida muito longa. Assim, será possível definir um teto de gastos e uma data aproximada para o tão sonhado dia do “Sim”.

Ficou interessado? Fale com a equipe mais próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *